Avatar

escrito por:
Karla Gondim

publicado em:
05 nov 2020

Conheça os principais inimigos da produtividade

“Hoje meu dia precisa ser mais produtivo!”.

Quem nunca falou isso, que atire a primeira pedra.

É natural que a produtividade seja afetada em algum momento. Afinal, o ser humano é dotado de sentimentos e motivações que podem interferir no desempenho de atividades.

O importante é ter atenção aos sinais da presença dos inimigos da produtividade. E consequentemente, exercitar a mente para evitar os bloqueios que interrompem o bom desenvolvimento das atividades.

Afinal, o que é a produtividade?

A produtividade pode ser definida como a capacidade da máxima produção, com uso mínimo de recursos, no menor tempo possível. Ela está diretamente relacionada com o planejamento, organização de tarefas e gestão de tempo. 

Entretanto, produtividade é diferente de ser produtivo

Ser produtivo está longe de ser aquela pessoa elétrica que realiza diversas tarefas ao mesmo tempo sem prestar atenção em nenhuma delas.

Na verdade, ser produtivo é saber organizar e entender cada uma das tarefas, colocando em ordem de prioridade e necessidade. É seguir um cronograma pensado para executar atividades com qualidade.

Mas e aí, quais são os inimigos da produtividade?

Ser produtivo é importante. Seja no trabalho, nos estudos ou nas tarefas de casa, sentir-se produtivo traz recompensas para o bem-estar e a autoestima, além de ser um motivador natural para execução de novas tarefas.

Por isso, é preciso evitar ao máximo alguns vilões que acabam com a produtividade e fazem você chegar ao fim do dia com o pensamento “eu não fiz nada do que precisava hoje”.

Entre os principais inimigos da produtividade, podemos destacar:

Procrastinação

A procrastinação é o que mais afeta o desempenho individual e de equipes em uma organização.

Deixar para depois tarefas aparentemente chatas ou sem urgência de conclusão parece ser o caminho mais fácil. O problema é que, quando chegar o momento de realizar a tarefa, o tempo será curto e a motivação menor ainda. 

Falta de planejamento

Executar tarefas sem qualquer tipo de planejamento também afeta a produtividade. Não ter um plano de ação traz consequências como: acúmulo de tarefas, falta de prioridade nas atividades, torna o trabalho cansativo e repetitivo e diminui o rendimento.

É fundamental separar os primeiros minutos do dia para “organizar a casa” antes de colocar a mão na massa.

Abraçar o mundo com as pernas

Esse ditado serve para exemplificar aquela pessoa multitarefas. Ter várias habilidades é bom, sim! Isso é inegável. Entretanto, é preciso executar uma atividade por vez.

Aliás, ao tentar dividir a atenção entre várias atividades ao mesmo tempo, é bem capaz que ao fim do dia nenhuma seja entregue com qualidade.

Foco e concentração

A capacidade de concentração é diretamente afetada pela quantidade de informações que recebemos a todo momento. Dispositivos móveis, TVs, Internet e tantas outras coisas disputam a nossa atenção a cada segundo.

Nesse caso, a produtividade agradece àqueles que conseguem manter o foco pelo tempo necessário da execução de uma tarefa. 

Busque ser produtivo, e não um robô

Como foi dito no início deste texto, é natural que o ser humano passe por momentos de baixa produtividade.

Primeiramente, é preciso aceitar que isso pode acontecer. Após isso, treinar a mente para que ela consiga buscar novos caminhos para a produtividade quando as vias conhecidas estejam bloqueadas.

Veja mais dicas de produtividade e gestão de tempo no nosso blog e conheça mais a Gamefic.  

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


NEWSLETTER