Avatar

escrito por:
Karla Gondim

publicado em:
19 nov 2020

5 problemas gerados pela falta de engajamento dos funcionários

Lidar com a falta de engajamento dos funcionários pode ser um pesadelo para os gestores. Pessoas desmotivadas diminuem o rendimento e ainda podem influenciar os colegas de trabalho a seguir o mesmo caminho.

Uma equipe alinhada e engajada é o sonho de qualquer empresa. Mas como fazer para que isso aconteça? Como saber se a sua empresa está passando por isso?

Neste texto, vamos falar dos principais problemas gerados pela falta de engajamento dos funcionários. Ao final dele, você vai conseguir visualizar se é um caso pelo qual a sua empresa ou a que você trabalha está passando ou não.

Por que é preciso manter o engajamento dos funcionários?

A pior sensação é quando você acorda para trabalhar e já fica insatisfeito com isso. A desmotivação não só prejudica o desempenho profissional como afeta questões pessoais.

Por isso, uma empresa deve fazer todo esforço necessário para manter o quadro de funcionários motivados e engajados. Isso faz com que eles canalizem boa parte de sua energia para apresentar soluções e ser mais produtivos no dia de trabalho.

Não estamos falando de dar tudo o que o funcionário quer, mas sim de ouvir e entender as necessidades dele, além de praticar atos positivos que com certeza trarão resultados melhores em relação às equipes.

Principais motivos que afetam o engajamento

Existem diversos casos que podem desmotivar uma pessoa, dentro das organizações, por exemplo, os mais comuns, são:

  • Falta de comunicação clara
  • Estratégias e objetivos confusos
  • Plano de carreira inexistente
  • Ausência da cultura de feedback
  • Liderança ineficiente
  • Empresas que crescem e não valorizam o colaborador
  • Falta de estímulo para crescimento

Esses são apenas alguns exemplos mais recorrentes dentro das organizações. Essa recorrência, acaba impactando negativamente o desempenho dos funcionários.

As consequências da falta de engajamento

Entre os principais impactos, listamos os 5 que são os piores para qualquer empresa que tenha como objetivo o crescimento da sua marca e dos seus colaboradores. São esses:

1. Baixa produtividade

Quando o engajamento dos funcionários é baixo, a produtividade também é.

O trabalho acaba se tornando uma obrigação, o tempo não passa e a procrastinação se torna a principal aliada. Desta forma, a gestão de tempo fica prejudicada, as tarefas se acumulam e o desempenho fica muito abaixo do que os índices esperados pela empresa.

2. Alto índice de turnover

A falta de engajamento dos funcionários faz com que se sintam cada vez menos parte daquele ambiente. O baixo rendimento gera descontentamento com os resultados. O que geralmente acontece, é a troca de colaboradores, o que ocasiona um alto índice de turnover.

3. Serviços de má qualidade

Quando os funcionários não se sentem motivados, a qualidade do serviço diminui consideravelmente. E, dependendo do setor em que a pessoa desengajada esteja, pode ocasionar erros em uma cadeia produtiva inteira.

Desta forma, o produto final, ou a prestação de serviços é prejudicada, não mantém os índices de qualidade esperados e afeta até a imagem da empresa perante o cliente.

4. Ambiente de trabalho tóxico

Acaba se tornando natural que outras pessoas sejam influenciadas pela falta de engajamento de alguns funcionários. O convívio entre as pessoas da organização começa a se tornar tóxico e insustentável.

Conflitos viram rotina no dia a dia do trabalho e, por fim, podem até começar a prejudicar um o trabalho do outro.

5. Falta de inovação

Como já vimos nos itens anteriores, a falta de engajamento dos funcionários afeta a produtividade, a comunicação, aumenta a rotatividade, o ambiente de trabalho deixa de ser saudável e o serviço final tem qualidade inferior à necessária.

Tudo isso faz com que as pessoas e a empresa não se esforcem tanto para inovar, seja falando de tecnologia, processos ou soluções. A estagnação vira rotina e todos acabam parados no tempo, enquanto outras empresas aproveitam o momento para ganhar força no mercado.

Então, como evitar a falta de engajamento dos funcionários?

O engajamento se constrói dia após dia, com atitudes positivas, e com um esforço coletivo. As principais táticas para manter uma funcionários engajados, são:

Poder de voz e autonomia: quando o funcionário se sente parte de um todo, ele tende a ser mais produtivo e ter mais qualidade em suas entregas.

Recompensas: o uso de recompensas por bons desempenhos costuma surtir bons efeitos nas organizações. Todo trabalho bem feito deve ser reconhecido e incentivado para que se torne uma rotina de todos os funcionários.

Envolvimento e participação: incentivar a participação e envolvimento dos colaboradores em todas as esferas do ambiente de trabalho faz com que ele entenda melhor a sus posição e etapas de todo o processo organizacional. Esta visualização permite que ele interaja mais e busque a automotivação para encontrar novas soluções para a empresa.

Comunicação clara e objetiva: ser direto e claro nos objetivos da empresa facilita o entendimento do funcionário, que não criará falsas expectativas sobre o seu papel dentro da organização.

Feedback: dar um retorno sobre o desempenho e avaliar a atuação do colaborador dentro da empresa ajuda a encontrar caminhos para melhorias profissionais ou de convívio. O funcionário se sente protegido pela empresa e assim vai sempre em busca do seu melhor.

Gamificação: a gamificação é uma ferramenta que abraça uma boa parcela destas práticas. Com ela é possível fazer a gestão de pessoas, controle de tarefas, uso de recompensas, feedback e promove a interação entre colaboradores, melhorando o ambiente e inserindo a competição saudável rumo à inovação.

O fato é: uma empresa não pode ficar olhando de braços cruzados enquanto o seu ambiente interno dá indícios que pode desabar. É preciso prestar atenção nestes detalhes apontados neste texto e colocar em prática atitudes para engajar os funcionários.

Já passou por alguma situação parecida em alguma empresa ou sabe de mais algum indício que impacta na falta de engajamento dos funcionários? Conta pra gente nos comentários. 

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


NEWSLETTER